Câmara dos Deputados Câmara dos Deputados

CCJ aprova criação de datas de conscientização sobre ética, cidadania e combate à corrupção

Pablo Valadares/Câmara dos Deputados Deputado Carlos Jordy, relator do projeto de lei A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara aprovo...

17/12/2021 17h15
Por: Redação Fonte: Agência Câmara de Notícias
Deputado Carlos Jordy, relator do projeto de lei - (Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados)
Deputado Carlos Jordy, relator do projeto de lei - (Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados)

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara aprovou, nesta quinta-feira (16), proposta que cria datas nacionais de conscientização do exercício da ética, cidadania e combate à corrupção.

O texto aprovado foi o substitutivo do deputado Carlos Jordy (PSL-RJ) ao Projeto de Lei 222/19, do deputado Roberto de Lucena (Pode-SP). A análise foi conclusiva e, portanto, a proposta poderá seguir ao Senado, a não ser que haja recurso para votação pelo Plenário. 

O substitutivo de Jordy aproveita sugestões do projeto principal e de outros que tramitam em conjunto. Assim, são criados:

  • a Semana Nacional do Combate à Corrupção, na semana do dia 17 de março; 
  • a Semana Nacional da Ética e da Cidadania, na primeira semana de junho; 
  • a Semana do Direito, Ética e Cidadania na escola, no mês de agosto;
  • o Dezembro Transparente.

Segundo a proposta, as datas têm como objetivo conscientizar a população em geral e os estudantes em particular sobre as virtudes de se praticar cotidianamente a ética, a honestidade, a transparência e a cidadania em todas as suas ações, públicas e privadas; promover os princípios da legalidade, moralidade, impessoalidade e transparência na administração pública; divulgar conhecimento sobre corrupção, bem como as atividades realizadas para prevenir e punir os infratores da lei e preparar a sociedade para reconhecer e denunciar todo ato de corrupção que seja de seu conhecimento. 

O texto aprovado prevê, ainda, que durante as semanas comemorativas previstas, devem ser intensificadas ações intersetoriais de conscientização e esclarecimento sobre os temas da ética, cidadania e combate à corrupção, com promoção de palestras, eventos e atividades educativas e veiculação de campanhas de mídia, entre outras ações. 

“É indiscutível a relevância de se projetar, num país como o nosso, sempre com maior vigor, os valores da ética e cidadania em relação ao próximo e à coisa pública, e, em particular, exaltar a importância do combate à corrupção, que consiste na violação máxima desses valores”, defendeu Carlos Jordy.

Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias