Saúde Tocantins

Saúde emite Nota Técnica sobre ações de prevenção e assistência ao paciente suspeito de arboviroses

Documento leva em consideração que o estado do Tocantins é endêmico para chikungunya, dengue e Zika

17/12/2021 17h55
Por: Redação Fonte: Secom Tocantins
Saúde alerta municípios para os cuidados com a proliferação do Aedes aegypti - Foto: Nilcem Fernandes/Governo do Tocantins
Saúde alerta municípios para os cuidados com a proliferação do Aedes aegypti - Foto: Nilcem Fernandes/Governo do Tocantins

Levando em consideração que o estado do Tocantins é endêmico para as arboviroses (chikungunya, dengue e Zika) e que o início das chuvas é um período propício para o aumento da população vetorial e a transmissão dessas doenças pelo mosquitoAedes aegypti, a Secretaria de Estado da Saúde (SES-TO) emitiu a Nota de orientação Técnica 8/2021/SES/GASEC. O documento foi enviado aos municípios na quinta-feira, 16.

Segundo superintendente de Vigilância em Saúde, Perciliana Bezerra, “buscamos contar com a colaboração de todos os municípios, na manutenção das ações da Atenção Primária à Saúde e Vigilância em Saúde, bem como da vigilância, prevenção e assistência ao paciente suspeito de arboviroses durante o período de final de ano e recessos”, destacou.

Entre outras recomendações da Nota Técnica, estão as ações quanto à vigilância epidemiológica: monitorar os dados de chikungunya, dengue e Zika por meio dos sistemas de informações (Sinan Net e Sinan On-line) e elaborar Boletins Informativos para os profissionais de saúde e à população; monitorar os dados laboratoriais para avaliar a quantidade de casos confirmados de chikungunya, dengue e Zika no município, além dos sorotipos circulantes (dengue); monitorar as internações por chikungunya, dengue e Zika; manter os profissionais municipais de saúde na vigilância epidemiológica durante os recessos, organizando-os por escalas, se necessário e disponibilizar, nos serviços de saúde, blocos de notificação para dengue, chikungunya e Zika, e cartões de acompanhamento para pacientes suspeitos de dengue.

A assistência aos pacientes também é elencada no documento, que segure ser feito da seguinte forma: reorganizar os serviços de atenção à saúde para atendimento integral dos pacientes suspeitos durante o período de final de ano e recessos; atender os casos suspeitos de chikungunya, dengue e Zika, prioritariamente, na atenção primária; realizar manejo clínico adequado, conforme instruções fornecidas pelo Ministério da Saúde; providenciar a coleta de soro dos pacientes suspeitos de arboviroses para realização de exames laboratoriais por meio do Lacen; e notificar todo caso suspeito de chikungunya, dengue e Zika.

Webnário

Para promover a divulgação e esclarecimento sobre as informações da Nota Técnica, a SES-TO realizará em parceria com o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Tocantins (COSEMS TO), um Webinário com o tema ‘Mobilização para prevenção das arboviroses (Dengue, Zika e Chikungunya).

O evento ocorrerá na terça-feira, 21, às 14h, por meio da plataforma Zoom e é voltado para os gestores municipais, coordenadores da Atenção Básica e Vigilância em Saúde, profissionais de saúde, estudantes e população em geral.

Para participar, basta acessar o link abaixo, com o ID e senhas seguintes:

https://conasems-br.zoom.us/j/86327862896?pwd=MTgvL3VDYzhDMlJBR1NzNzZoejk2QT09.

ID da reunião: 863 2786 2896

Senha de acesso: 756461

Dados

Os dados atualizados das arboviroses Dengue, Zika e Chikungunya podem ser acessados no site oficial da SES-TO, por meio do link:https://www.to.gov.br/saude/boletins-epidemiologicos-de-dengue-chikungunya-zika-e-febre-amarela-monitores/6aqzbftl85g2.

Em anexo, a Nota de Orientações Técnica na íntegra:

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias