Senado Federal Senado Federal

Congresso aprova créditos para infraestrutura e Banco da Amazônia

O Congresso Nacional aprovou nesta sexta-feira (17) um projeto de lei que abre créditos especiais no valor de R$ 1,055 bilhão para diversos ministé...

17/12/2021 21h55
Por: Redação Fonte: Agência Senado
O principal beneficiado pelo PLN 44/2021 é o Banco da Amazônia - Edilson Rodrigues/Agência Senado
O principal beneficiado pelo PLN 44/2021 é o Banco da Amazônia - Edilson Rodrigues/Agência Senado

O Congresso Nacional aprovou nesta sexta-feira (17) um projeto de lei que abre créditos especiais no valor de R$ 1,055 bilhão para diversos ministérios (PLN 44/2021). Entre as ações beneficiadas estão obras de infraestrutura contra a seca e a capitalização do Banco da Amazônia.

A principal destinação do dinheiro será para assegurar os requisitos mínimos de capital do Banco da Amazônia. A instituição deverá receber R$ 1 bilhão. O valor visa substituir o montante de títulos do Tesouro Nacional que haviam sido emitidos em favor do banco — porque o Tribunal de Contas da União (TCU) havia considerado esse tipo de operação ilegal.

Além disso, R$ 50 milhões serão encaminhados ao Ministério do Desenvolvimento Regional para obras de infraestrutura hídrica, como a construção de poços artesianos. As ações são conduzidas pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) e pelo Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS).

O restante dos créditos, que soma pouco mais de R$ 4,9 milhões, será distribuído entre os ministérios da Infraestrutura (R$ 4,5 milhões), da Justiça (R$ 400 mil) e da Educação (R$ 9 mil). As aplicações são, respectivamente, obras rodoviárias no Paraná, pagamento da contribuição nacional ao Programa Ibero-Americano de Acesso à Justiça (PIAJ) e pagamento de contribuição da Fundação Joaquim Nabuco junto a vários organismos internacionais.

A origem do dinheiro se divide entre excesso de arrecadação prevista para o ano (R$ 1 bilhão), do descontingenciamento de despesas (cerca de R$ 50 milhões) e da anulação de outras dotações orçamentárias.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias