Câmara dos Deputados Câmara dos Deputados

Republicanos vai priorizar projetos que contribuam para a recuperação da economia em 2022

Billy Boss/Câmara dos Deputados Vinicius Carvalho: prioridade é incentivar os investimentos O 1º vice-líder do Republicanos na Câmara, deputado V...

02/02/2022 15h50
Por: Redação Fonte: Agência Câmara de Notícias
Vinicius Carvalho: prioridade é incentivar os investimentos - (Foto: Billy Boss/Câmara dos Deputados)
Vinicius Carvalho: prioridade é incentivar os investimentos - (Foto: Billy Boss/Câmara dos Deputados)

O 1º vice-líder do Republicanos na Câmara, deputado Vinicius Carvalho (SP), afirmou que o partido deverá priorizar propostas que favoreçam a recuperação econômica do País em 2022. "Principalmente por meio de estimulo à iniciativa privada, recuperando empresas e estabelecendo marcos regulatórios sólidos para incentivar investimentos”, disse Carvalho.

O vice-líder do Republicanos defendeu a aprovação do Projeto de Lei Complementar (PLP) 33/20, que cria o marco legal do "reempreendedorismo" com o objetivo facilitar a reestruturação de dívidas de micro e pequenas empresas.

“Entre os projetos que geram emprego e renda no País, o Republicanos se debruçará sobre o PLP 33 de 2020, que trata da recuperação judicial e da falência de micro e pequenas empresas. Sabemos que quem gera emprego e renda são as micro e pequenas, por isso temos que tratar prioritariamente da recuperação e do fortalecimento desse setor da economia”, disse.

Vinicius Carvalho citou ainda como prioridade o Projeto de Lei 7063/17, do Senado, que reduz o valor mínimo exigido por lei para a celebração dos contratos de parcerias público-privadas (PPPs) em estados e municípios. O valor, que hoje é de R$ 20 milhões, seria reduzido para R$ 10 milhões em estados e no Distrito Federal e para R$ 5 milhões em municípios. “Isso desburocratiza os grandes projetos de concessão. O objetivo é incentivar empresas a aderirem às PPPs”, disse.

Florestas públicas
Por fim, o líder do Republicanos citou o Projeto de Lei 5518/20, que flexibiliza o modelo de licitação e contratos para concessão de florestas públicas. A proposta é de autoria do deputado Rodrigo Agostinho (PSB-SP) e de parlamentares de diversos partidos.

"Neste momento de crítica à politica ambiental do governo, com ameaça de boicote aos produtos brasileiros em face do desmatamento ilegal, o projeto tem o condão de, por meio de incentivo às concessões legais de exploração florestal, promover a regularização fundiária da região Norte”, disse.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias