Câmara dos Deputados Câmara dos Deputados

PT quer recomposição do salário mínimo em 2022

Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados Lopes ainda citou a recuperação das pequenas empresas, afetadas pela pandemia Um dos vice-líderes do PT na Câma...

02/02/2022 16h30
Por: Redação Fonte: Agência Câmara de Notícias
Lopes ainda citou a recuperação das pequenas empresas, afetadas pela pandemia - (Foto: Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados)
Lopes ainda citou a recuperação das pequenas empresas, afetadas pela pandemia - (Foto: Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados)

Um dos vice-líderes do PT na Câmara dos Deputados, o deputado Reginaldo Lopes (MG) acredita que 2022 será um ano de “forte resistência e travessia”. Uma das bandeiras do partido neste ano é garantir um ganho real para o salário mínimo, cujo valor atual é de R$ 1.212.

“A nossa bancada do Partido dos Trabalhadores na Câmara vai lutar para alterar a medida provisória do salário mínimo (MP 1091/21) e garantir ganho real, ação fundamental para a retomada do crescimento econômico e também para a distribuição de renda no País”, defende Lopes.

Auxílio Brasil
Outra prioridade do PT é derrubar o veto do presidente Jair Bolsonaro ao programa Auxílio Brasil.

A lei do programa foi sancionada em dezembro com dois vetos. Entre eles, está o artigo que obrigava o programa a ter dotação orçamentária suficiente para atender todos os possíveis beneficiários. O outro trecho vetado estabelecia metas para taxas de pobreza.

“Nós pactuamos com o governo que quem tem renda de até R$ 105 per capita é elegível automaticamente para o programa, e o governo Bolsonaro vetou, excluindo e confinando 27 milhões de brasileiros e brasileiras que recebiam o auxílio emergencial e estarão fora desse direito sagrado de ter uma renda mínima”, critica Reginaldo Lopes.

Pequenos empreendedores
Por último, o PT vai trabalhar para recuperar 12 milhões de micro e pequenos empreendedores no Brasil, com o argumento de que eles geram mais de 70% dos empregos formais no Brasil. “No pós-pandemia, é fundamental olhar para os pequenos empreendedores.”

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias