Senado Federal Senado Federal

Girão espera agilidade na concessão de licenciamento para mina de fostato no Ceará

O senador Eduardo Girão (Podemos-CE) manifestou, em pronunciamento nesta terça-feira (15), esperança de que o Ibama não demore a conceder o licenci...

15/03/2022 18h25
Por: Redação Fonte: Agência Senado
Waldemir Barreto/Agência Senado
Waldemir Barreto/Agência Senado

O senador Eduardo Girão (Podemos-CE) manifestou, em pronunciamento nesta terça-feira (15), esperança de que o Ibama não demore a conceder o licenciamento ambiental para a exploração da mina de Itataia, no Ceará, localizada entre os municípios de Santa Quitéria e Itatira, rica em urânio e fosfato.

Segundo ele, essa é mais uma alternativa que o Brasil dispõe para ter acesso à matéria-prima necessária para a produção de fertilizantes.

— Claro que respeitando a legislação do meio ambiente, mas (é) algo que a gente não pode ficar mais protelando, com a necessidade do Brasil nesse quesito. São mais de 2.800 empregos gerados imediatamente no estado do Ceará. Então é algo assim, que a gente não pode, nesse momento que a gente vive, inclusive o desemprego que tá atingindo muito o cidadão brasileiro — disse.

Eduardo Girão lembrou que 80% do potássio, fósforo e nitrogênio necessários à produção de fertilizantes no Brasil são importados. E como a Rússia, um dos grandes fornecedores do país, está em guerra com a Ucrânia, a aquisição dessa matéria-prima no mercado internacional ficou comprometida, lamentou.

— O agronegócio representa atualmente 30% do produto interno bruto brasileiro, que é de R$1,6 trilhão. Nosso país, pela sua extensão territorial continental, pela abundância de água, clima favorável, tem vocação natural para se tornar o maior celeiro produtor de alimentos do mundo, cada vez mais. Agora, sem fertilizantes, nada funciona — alertou.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias