Saúde Amazonas

Dia do oftalmologista: especialista da SES-AM reforça cuidados com a saúde ocular

07/05/2022 10h30
Por: Redação Fonte: Secom Amazonas
Foto: Reprodução/Secom Amazonas
Foto: Reprodução/Secom Amazonas

Exames de rotina são essenciais para o diagnóstico precoce de doenças que afetam a visão

No Dia do Oftalmologista, comemorado neste sábado (07/05), a Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM) destaca, além da especialidade médica, os cuidados com a saúde ocular. O oftalmologista Alex Adorno, coordenador de cirurgias oftalmológicas do Hospital e Pronto-Socorro da Criança da Zona Leste (HPSC-ZL), unidade da SES-AM, alerta para as principais patologias que acometem a visão e para a importância da consulta periódica desde a infância.

Segundo o médico, a prática da oftalmologia é dinâmica e interage com outras especialidades quando, por exemplo, patologias dermatológicas, neurológicas ou reumatológicas, cursam com sintomas oculares.

De acordo com o oftalmologista, a patologia mais comum no atendimento ambulatorial é a refração, que afeta a nitidez da visão e pode desencadear para necessidade do uso de óculos. Na urgência e emergência, acidentes domésticos e de trabalho estão entre os principais atendimentos.

“Dentro do consultório ambulatorial é a refração. Os óculos em geral são o carro chefe da especialidade. Dentro dos prontos-socorros, a gente tem aqui o Joãozinho e o João Lúcio atendendo o oftalmo. Aqui, no Joãozinho, acidentes domésticos com crianças e conjuntivite são muito comuns. Lá no João Lúcio são mais acidentes ocupacionais, acidente de trabalhador, solda, enxada e pedra”, explica o especialista.

O oftalmologista chama atenção para as causas das principais patologias, que também podem ser influenciadas por fatores genéticos.

“Dizem que a miopia pode ser genética porque não tem comprovação. O glaucoma sim, tem caráter genético. Já a catarata que todo mundo fala ‘meu pai teve catarata e eu também vou ter’ isso não é genética, faz parte do envelhecimento”, esclareceu o médico.

Sinais– Segundo Alex, é importante a consulta com o oftalmologista, pelo menos uma vez ao ano, e os sinais devem ser investigados porque podem revelar patologias. No caso de crianças, o rendimento escolar e a proximidade com telas de dispositivos eletrônicos para visualização de conteúdos podem indicar problemas. A pupila branca quando em contato com a luz natural ou flash de câmeras pode revelar o retinoblastoma ou uma catarata precoce, conforme o médico. 

De acordo com o médico, o diagnóstico da saúde ocular é realizado por meio de exames laboratoriais e de imagem, com a utilização de aparelhos específicos como o auto refrator e o retinoscópio.

“O teste básico a gente faz na consulta. O paciente entra, a gente faz uma triagem com o auto refrator e ali já consegue saber se a criança tem o grau ou não. Ela vai passar por aquele aparelhinho chamado greens e aí a gente faz os testes de fundo de olho, com biomicroscópio ou retinoscópio direto. Baseado nisso a gente vai pedir exames adicionais ou não”, explicou.

Assistência– O atendimento ambulatorial para infecções ou acidentes oculares inicia em uma Unidade Básica de Saúde (UBS), de responsabilidade das prefeituras. Após a primeira avaliação, o usuário será encaminhado via Sistema Nacional de Regulação (Sisreg) para acompanhamento especializado em oftalmologia na rede estadual de saúde ou para atendimento em clínicas conveniadas, credenciadas pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

O pronto-atendimento oftalmológico de urgência e emergência para o público adulto é no Hospital e Pronto-Socorro (HPS) João Lúcio, e para assistência infantil é o HPSC-ZL. Para os casos de transplante de córnea, o paciente é encaminhado para clínicas credenciadas e acompanhado pelo médico especialista, que encaminha sua inscrição para cirurgia de transplante de córnea na Central de Transplantes do Amazonas.

SONORA:Alex Adorno, oftalmologista.

SONORA EM VÍDEO:https://we.tl/t-AbWqgaTkQE

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias