Senado Federal Senado Federal

Lasier pede que plenário vote convite a Barroso para esclarecimentos

O senador Lasier Martins (PODEMOS-RS) pediu que seja despachado e levado a votação, no Plenário, o requerimento para convidar o ministro Luís Rober...

10/05/2022 20h50
Por: Redação Fonte: Agência Senado
O senador Lasier Martins (PODEMOS-RS): 'não compete e nem convém que um ministro do Supremo faça críticas às Forças Armadas' - Waldemir Barreto/Agência Senado
O senador Lasier Martins (PODEMOS-RS): 'não compete e nem convém que um ministro do Supremo faça críticas às Forças Armadas' - Waldemir Barreto/Agência Senado

O senador Lasier Martins (PODEMOS-RS) pediu que seja despachado e levado a votação, no Plenário, o requerimento para convidar o ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), a prestar esclarecimentos sobre declarações relacionadas com as Forças Armadas e o processo eleitoral. Segundo Lasier, Barroso disse publicamente que os militares estariam tentando influir nas eleições de outubro próximo. 

O requerimento foi protocolado no dia 26 de abril, com a assinatura de 27 senadores. De acordo com o parlamentar, não se trata de matéria jurisdicional, mas de matéria administrativa, porque “não compete e nem convém que um ministro do Supremo Tribunal Federal faça críticas às Forças Armadas”. Na opinião do senador, o ministro tem feito outros pronunciamentos políticos ultimamente. 

— Quem não se lembra que, há dois meses, o ministro Barroso participou de um evento em Austin, no Texas, em que se tratava do tema ‘como livrar-se de um Presidente da República’, matéria nitidamente de teor político? Um mês depois, em Boston, também houve uma matéria de manifestação sobre inimizades com o Presidente da República — recordou, em pronunciamento nesta terça-feira (10).

Lasier referiu-se a um pedido, “muito similar”, feito pelo senador Eduardo Girão (Podemos-CE), para que se formulasse um convite ao ministro Alexandre de Moraes, também do STF, a fim de que explicasse no Senado os “infindáveis inquéritos 4.781 e 4.828, sobre alegados atos antidemocráticos”. 

Ao referir-se igualmente aos pedidos de impeachment protocolados contra ministros do Supremo, o senador disse que o Plenário tem o direito de pronunciar-se sobre esses temas, que não deveriam depender, na sua opinião, apenas da visão do presidente da Casa.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias