Senado Federal Senado Federal

Novo embaixador brasileiro em Bangladesh é aprovado em Plenário

Com 40 votos favoráveis, 2 contrários e uma abstenção, o Plenário do Senado aprovou, nesta quarta-feira (11), a indicação de Paulo Fernando Dias Fe...

11/05/2022 19h40
Por: Redação Fonte: Agência Senado
A indicação de Paulo Fernando Dias Feres foi aprovada por 40 votos favoráveis, 2 contrários e uma abstenção - Edilson Rodrigues/Agência Senado
A indicação de Paulo Fernando Dias Feres foi aprovada por 40 votos favoráveis, 2 contrários e uma abstenção - Edilson Rodrigues/Agência Senado

Com 40 votos favoráveis, 2 contrários e uma abstenção, o Plenário do Senado aprovou, nesta quarta-feira (11), a indicação de Paulo Fernando Dias Feres para exercer o cargo de embaixador brasileiro no Bangladesh. Formado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), o diplomata está na carreira desde 1985 e já ocupou postos nas embaixadas em Pretória, Tóquio, Berlim, Santiago, e Minsk — nesta última, como embaixador.

A mensagem de indicação de Paulo Fernando Dias Feres (MSF 9/2022) foi relatada na Comissão de Relações Exteriores (CRE) pelo senador Mecias de Jesus (Republicanos-RR). O diplomata foi sabatinado pela Comissão em 7 de abril.

O Brasil e Bangladesh estabeleceram relações diplomáticas em 1972 e a embaixada de Bangladesh em Brasília foi aberta no ano seguinte. A instalação da representação diplomática brasileira, a primeira de um país latino-americano em Bangladesh, ocorreu em 1974. Estão em vigor acordos bilaterais nas áreas de comércio, cultura e educação.

Em março de 2017, foi criado mecanismo de consultas bilaterais com o país asiático e realizada sua primeira reunião, oportunidade em que foram discutidas possibilidades de adensamento das relações bilaterais. Em abril do mesmo ano, no âmbito da 136ª Assembleia da União Interparlamentar (UIP), Bangladesh recebeu 11 deputados e assessores brasileiros — a primeira visita de representantes do Poder Legislativo do Brasil àquele país desde o estabelecimento de relações diplomáticas.

De acordo com Itamaraty, há significativo potencial de cooperação a ser explorado entre os dois países. Bangladesh já manifestou interesse em cooperação em agricultura e pecuária, sobretudo para ampliação de sua produtividade de carne e leite. Está em negociação, atualmente, um acordo bilateral de cooperação técnica.

Em 2018, o governo brasileiro doou mais de 6 mil comprimidos de medicamento anti-malária. Em 2020, o governo brasileiro fez doação de US$ 50 mil, por intermédio do Programa Mundial de Alimentos, para a aquisição, por Bangladesh, de kits de teste da Covid.

National Defence College (NDC) de Bangladesh.

A Embaixada brasileira contabilizava, em seus registros, apenas 14 brasileiros residentes em Bangladesh, em março de 2021.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias